Diaconia IPEM

Exercicio da misericórdia, tarefa nobre exige diligência e sensibilidade

Declaração Imposto de Renda

Posted by diaconosipem em 28 de abril de 2012

 

A três dias do fim do prazo, o ritmo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2012, ano-base 2011, se intensifica. De acordo com balanço divulgado pela Receita Federal, das 11h às 16h de sexta-feira (27/04), 600 mil contribuintes enviaram o documento – 120 mil por hora. O número de declarações recebidas chegou a 19,2 milhões, 77% dos 25 milhões de documentos esperados para este ano.

Mais de cinco milhões de brasileiros ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda. O prazo termina segunda-feira (30) e os atrasados vão ter um fim de semana de muito trabalho.

Neste feriadão, tem gente se divertindo e gente preocupada. Em vez do passeio, o Imposto de Renda.

Para os atrasados, preencher e enviar a declaração pode não ser a única tarefa do feriado. Quem tiver imposto a pagar, vai ter que fazer isso na segunda-feira. Os bancos vão abrir.

Na última hora, é preciso ficar atento aos recibos. O gerente de consultoria Fernando Segato aconselha: todo o dinheiro que o contribuinte recebeu precisa ser declarado. Mas, as despesas, só com comprovante na mão.

“Caso não consiga, melhor não declarar para não ter dedução. Se por acaso depois você encontra alguma documentação que não estava achando, alguma coisa do tipo, você pode sempre retificar”, avisa.

O contribuinte pode mandar uma declaração retificadora quantas vezes quiser, no prazo de cinco anos. Quem tem imposto a pagar pode parcelar em até oito vezes, desde que cada parcela seja de no mínimo R$ 50.

A Receita Federal espera receber o maior volume de declarações na segunda-feira, entre 10h e 11h da manhã e entre 15h e 16h. É bom evitar esses horários, porque o sistema pode ficar lento. Quem está declarando agora só deve receber a restituição no fim do ano. extraido(site globo)

 

Receita alerta para dificuldades por acumulo no site perto do fim do prazo.

Multa minima por atraso é de R$165,74 a máxima de 20% do imposto.

São obrigados a fazer a declaração os contribuintes que receberam, durante o ano de 2011, rendimentos tributáveis com soma superior a R$ 23.499,15.

Também é obrigado declarar quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, com soma superior a R$ 40.000; quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas e quem teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000.

A pessoa física, mesmo desobrigada, pode apresentar declaração para solicitar a restituição do imposto retido na fonte, se for o caso.

O programa gerador do documento está disponível na página da Receita Federal na internet http://www.receita.fazenda.gov.br. No mesmo endereço, o contribuinte pode baixar o programa Receitanet, necessário para transmitir a declaração ao Fisco.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: